sábado, 5 de março de 2016

[Resenha 45] Princesa Mecânica - Cassandra Clare (As Peças Infernais #03)

*** Final da trilogia - Melhor dos 3! Muito Legal (mesmo com spoilers)! ***


Editora Record.
430 páginas.

Trilogia As peças Infernais (The Infernal Devices): 
1. Anjo Mecânico (Clockwork Angel) - resenha
2. Principe Mecânico (Clockwork Prince) - resenha
3. Princesa Mecânica (Clockwork Princess) 

Sinopse: Continuação de "Príncipe Mecânico", “Princesa Mecânica” é ambientado no universo dos Caçadores de sombras, também explorado na série Os Instrumentos mortais, que chega agora ao cinema. Neste volume, o mistério sobre Tessa Gray e o Magistrado continua. Mas enquanto luta para descobrir mais sobre o próprio passado, a moça se envolve cada vez mais num triângulo amoroso que pode trazer consequências nefastas para ela, seu noivo, seu verdadeiro amor e os habitantes do Submundo.

Opinião:
Difícil opinar sobre esse livro dois meses após tê-lo lido, mas impossível não fazê-lo.
Mesmo eu tendo adorado quase todos os outros que li desta autora e mesmo eu ter (por minha própria culpa) tido um spoiler importante sobre Jem antes de começar este livro, ainda achei esse o melhor dos três livros da trilogia e talvez o melhor livro que já li dessa autora. 

Ano passado comecei a série "As Peças Infernais" e já resenhei as duas primeiras partes. Do primeiro livro eu gostei, mas não muito. Achei que ele foi interessante, mas muito misterioso e eu fiquei muito confusa durante a maior parte do livro. Não gosto de ficar confusa por tantas páginas assim.

O segundo livro foi bem melhor, gostei muito mais, apesar de ter achado um dos conflitos que fez Will e Tessa de bobos, um pouco idiota. A ação é bem melhor, as cenas estruturadas, personagens maravilhosos novos aparecem e me prendeu bem mais. Não fiquei perdida e fiquei cada vez mais curiosa para saber a origem de Tessa e onde-como-quando-porquê do Magistrado.

Esse terceiro livro "blow my f*cking mind" (explodiu a p*rra dos meus miolos, rsrsrs) de tão legal, complexo, importante e interessante. Tudo é explicado, sem pendências, nenhum personagem fica com pontas soltas. Falando em personagens, o livro traz no começo, uma árvore genealógica (que deve ser olhada apenas no final, para não se ter mais informações que podem ser spoilers) sobre todos os personagens ligando-os com os da série que se passa anos depois, "Os Instrumentos Mortais", pois muitos são parentes. 

Eu li também da mesma autora, recentemente "O Códex dos Caçadores das Sombras". Ele foi ao mesmo tempo útil e ruim para mim. Não faria falta ter lido o livro sem seu auxílio, mas já que eu tinha interesse acabei usando. Pesquisei e entendi melhor algumas coisas do livro "Princesa Mecânica", mas quando não encontrei uma informação que procurava e resolvi ver se encontrava a resposta na internet, tive um TREMENDO spoiler, de algo que eu NUNCA imaginaria que aconteceria na história. 

Fiquei chateada que descobri isso antes de ler no livro, porque se eu tivesse lido no livro nunca teria adivinhado, mas mesmo assim isso não estragou completamente a leitura. Mas foi o pior spoiler que eu tive na vida até agora. Teria amado não saber disso antes. 

A trama vira em torno de algumas coisas: 1) o fechamento do triangulo amoroso entre Jem - Tessa - Will; 2) descobrir a origem da "habilidade" de Tessa 3) descobrir "o quê" Tessa é 4) finalizar a questão do Magistrado e 5)saber quem será o novo Cônsul.

Só que, quando tudo isso é fechado, ainda lemos muitas outras coisas que acontecem com alguns personagens. Tem um pouco de ligação com "Os Instrumentos Mortais" e parece que é importante ter lido "Princesa Mecânica" para poder melhor compreender "Cidade do Fogo Celestial", o último livro da série de 6.

Eu gostei muito das conclusões dadas pela autora para todos os 5 itens que mencionei, exceto uma parte do "triangulo amoroso". Acho que o fim do fim não precisava ter acontecido, mas sei que deve ter agradado à muitas pessoas. Eu fiquei bem desanimada. Quem leu, sabe do que estou falando, aquelas ultimas páginas e tal. 

Quem não leu este livro, precisa ler. São 430 páginas e é um pouco cansativo, mas para a quantidade de coisas que acontece, a ação romântica-suspense-misteriosa vale muito a pena.

Quem não leu nenhum livro desta série ainda, eu totalmente recomendo e para quem está lendo "Os Instrumentos Mortais", não se esqueça que esta trilogia encaixa melhor entre os 3 primeiros livros da série "Os Instrumentos Mortais" e os 3 últimos. 

Recomendaria?? Simmm achei o melhor livro da trilogia até agora, tem muitas ligações com outros personagens que vemos em Os Instrumentos Mortais e até com o Códex dos Caçadores das Sombras.

Releria?? Não por agora. Gostei da trilogia e o modo que li foi meio conturbado, mas gostaria de reler um dia.