segunda-feira, 28 de março de 2016

[Resenha 47] Felizes para Sempre - Kiera Cass (A Seleção #3.5)

*** Não aceitou o ponto final? Precisam saber o que há depois? Ou antes? ***


Editora Seguinte
447 páginas
Livro de contos, com ilustrações.


Sinopse: Esta coletânea traz os contos A rainha, O príncipe, O guarda e A favorita ilustrados e com introduções inéditas de Kiera Cass. Conheça o príncipe Maxon antes de ele se apaixonar por America, e a rainha Amberly antes de ser escolhida por Clarkson. Veja a Seleção através dos olhos de um guarda que perdeu seu primeiro amor e de uma Selecionada que se apaixonou pelo garoto errado. Você encontrará, ainda, cenas inéditas da série narradas pelos pontos de vista de Celeste e Lucy, um texto contando o que aconteceu com as outras Selecionadas depois do fim da competição e um trecho exclusivo de A sereia, o novo romance de Kiera Cass. Este é um livro essencial para os fãs de A Seleção, que poderão se aprofundar mais nesse universo tão apaixonante.


Série A Seleção:

1. A Seleção (The Selection) - protagonizado por America
2. A Elite (The Elite) - protagonizado por America
#2.5."Contos da Seleção" - com os contos "O Príncipe" e "O Guarda", além de extras, inlcuindo uma entrevista com a autora.
3. A Escolha (The One) - protagonizado por America
#3.5. "Felizes para sempre" - com contos, ilustrações e extras sobre os primeiros 3 livros.
4. A Herdeira (The Heir) - protagonizado por Eadlyn, filha de America.
5. A Coroa (The Crown) - Lançamento previsto para maio de 2016.


Opinião:

Como o livro é uma miscelânea de coisas, vou falar de cada uma delas separadamente, na ordem em que aparecem no livro, mas algumas coisas dá para se relatar sobre o livro, em geral. 

Os contos tem por volta de 90 páginas, alguns bem mais, alguns menos. Antes de cada um dos contos a autora diz algumas palavras a respeito de como escreveu ele ou porquê. Há também algumas ilustrações. Elas são bonitas, entretanto não marcam nenhuma característica das personagens e só ficou claro o que retratavam devido a posição dentro dos contos.

"A Rainha"
É um conto do ponto de vista de Amberly e se passa durante a seleção de Clarkson e Amberly, pais de Maxon.
Gostei muito, principalmente já tendo lido os três primeiros livros e sabendo do temperamento explosivo e rígido do Rei Clarkson durante a Seleção de Maxon. Clarkson adulto é aquele cara que adoramos odiar, mas Clarkson jovem nem tanto. Ele parece sério e ríspido, mas trata Amberly bem. Se eu não soubesse o monstro em que ele se transforma até gostaria bastante do personagem. Clarkson como príncipe é inteligente e o nível de "manipulação" parece na medida para um príncipe esperto. Ele parece realmente ter amado Amberly. 
Este foi e "A favorita" foram meus contos favoritos.

"O Príncipe" 
Conta sobre Maxon, na perspectiva dele e se passa alguns dias antes da Seleção de Maxon. 
Eu já tinha lido este conto antes, no livro "Contos da Seleção" e gostado, então reli mas sem muita empolgação pois não era novidade. Nele conhecemos as dúvidas e medos de Maxon e sua amiga Daphne e depois revemos algumas das cenas iniciais do livro "A Seleção" pelo ponto de vista do Maxon. Eu gosto deste conto.

"O Guarda" 
Conto sobre Aspen, com a perspectiva dele sobre acontecimentos que dão entre os livros "A Elite" e "A escolha". Também já havia lido este no mesmo livro "Contos da Seleção" e não reli desta vez, porque já não tinha gostado da primeira. Nunca gostei de Aspen, depois das primeiras páginas de "A Seleção", já não queria mais saber dele. Uma coisa curiosa é que sempre imaginei Aspen muito claramente como o ator Liam Hemsworth, que fez o Gale de Jogos Vorazes, mas nunca consegui colocar um rosto no Maxon. 


Liam Hemsworth, o Gale dos filmes "Jogos Vorazes",
irmão do Gatérrimo Chris Hemsworth, o ator que faz o Thor.

"A Favorita" 
Através do ponto de vista de Marlee, em dois tempos, conta sobre como surgiu seu relacionamento com Carter e lemos o que aconteceu com o casal após o desfecho deles.
Eu gostei muito desse conto, que junto com "A Rainha" foram meus favoritos. Não entendi, porém, o título. A autora escreve uma pequena explicação dele antes da história, mas para mim ficou mais marcado que Kriss que era a favorita, não Marlee. Só não gostei foi disso, amei o resto, e quase senti na pele a dor deles. 
Na parte introdutória do conto, uma frase da autora me deixou com uma pulga atrás da orelha: será que foi Marlee que deu um jeito de Kile entrar na Seleção de Eadlyn? Como?

Cena extra de Celeste
Uma cena curta que para mim ficou um pouco perdida do meio destes contos. Não me lembro bem de como se deu o desfecho de Celeste, pode ter sido este o problema. Terminei "A Escolha" gostando de Celeste e acreditando na sua "conversão", mas não entendi bem essa cena extra. Acho que foi só para mostrar que ela estava "em paz" com Maxon e retificar que estava arrependida.

"A Criada" 
Um conto sobre o desenvolvimento do relacionamento de Lucy e Aspen. Como já disse, nunca gostei de Aspen então não tava nem aí para eles. Fiquei feliz por Lucy. Acho que esse conto faz mais sentido para quem leu "A herdeira", pois Eadlyn gosta muito (e eu não compreendi o porquê) da "Madame Lucy" como ela chama. Realmente espero que Lucy seja uma personagem importante na trama do próximo livro de Eadlyn. 

Depois de "A escolha"
É o epílogo Bônus, narrado por America, passando-se mais ou menos um ano após o fim de "A escolha". Fica difícil falar do epílogo sem dar muitos spoilers, mas a maioria das pessoas já sabem que Eadlyn é filha de America e Maxon, então... Esse epílogo é alguns meses após o fim de "A escolha", America está organizando uma festa de aniversário para Maxon e tem um presente bem especial para lhe dar... Já tinha lido este epílogo mal traduzido na internet, então foi bom ler ele no livro também. Gostei.

O que aconteceu com Natalie, Elise, e Kriss
Algumas páginas falando sobre o que aconteceu com as outras garotas da Elite. Eu achei desnecessário.

Mapa de Illea
A parte mais útil entre as ilustrações do livro. Gostei muito de ver o mapa com os estados renomeados, além de poder localizar as províncias de origem de algumas personagens como America, Amberly e Marlee.

Início de "A Sereia"
"A Sereia" é um lançamento recente da editora Seguinte, tendo sido escrito antes de toda a série da "A Seleção". É um livro único e isso foi uma das poucas coisas que me chamaram atenção para lê-lo, já que livros únicos são raros ultimamente e a escrita da autora é cativante. 
Gostei dos primeiros capítulos, achei bem interessante o modo que a moça se torna Sereia, mas não sei o que esperar da história e do romance, o que pode ser bom ou ruim. Já coloquei o livro na minha lista de desejados, mas não tenho pressa alguma para obter e nem para lê-lo.

***

Achei uma leitura bem tranquila e (favorável) fluída, como tudo que já li da autora. Ninguém sabe bem porquê - já que não são tramas elaboradíssimas -, mas as histórias de Kiera Cass tem um quê que cativam. 

Espero ansiosa o próximo livro sobre Eadlyn e novas obras da autora. Todos esses contos me deram vontade de reler a série, quem sabe eu o faço antes do lançamento de "A Coroa"?

Recomendaria?? Não acho que faria falta para a compreensão da série, caso eu não tivesse lido este livro. É uma boa pedida para os grandes fãs de "A seleção", mas não sairei recomendando para todos que leram a série.



Releria?? Acho que não releria os contos. Talvez. Sem previsão para isso. Já a série...