quinta-feira, 30 de junho de 2016

[Resenha 55] A Coroa - Kiera Cass (A Seleção #05)

*** Sentimentos misturados resultaram em quase Ressaca Literária ***



Editora Seguinte
Título Original: The Crown
310 pgs


Série A Seleção:
1 - A Seleção (The Selection) - protagonizado por America
2 - A Elite (The Elite) - protagonizado por America
#2.5. Contos da Seleção - com os contos "O Príncipe" e "O Guarda", além de extras, inlcuindo uma entrevista com a autora.
3 -  A Escolha (The One) - protagonizado por America
#3.5 Felizes para sempre - com contos, ilustrações e extras sobre os primeiros 3 livros.
4 - A Herdeira (The Heir) - protagonizado por Eadlyn, filha da America.
5 - A Coroa (The Crown) - anunciado como final da série A Seleção, final da Seleção de Eadlyn.




Sinopse: Em A Herdeira, o universo de a Seleção entrou numa nova era. Vinte anos se passaram desde que America Singer e o príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção. 

Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil - e importante - do que esperava. 

America Singer e o Príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção. Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil - e importante - do que esperava.

Opinião: 

Preciso começar dizendo que eu havia gostado de "A Herdeira" e adorado a trilogia de América. Eu compreendi Eadlyn, criada como única menina entre 4 irmãos homens, filha mais velha de todos e, acima de tudo, princesa herdeira do trono. 


Olhei para o espelho e disse para o meu reflexo: "- Você é Eadlyn Schreave. Será a próxima pessoa a governar este país e a primeira garota a fazer isso sozinha. Nenhuma pessoa - prossegui - é tão poderosa  quanto você."  ("A Herdeira", Kiera Cass, pág11)

Eadlyn começava o livro "A Herdeira" dizendo a si mesma, como costumava fazer todo dia, que não havia ninguém mais poderosa que ela. Tendo isso tudo em mente, o resultado era uma garota metida, "patricinha", insensível e um tanto alheia ao mundo fora de seu castelo. 

A autora fez isso transparecer também nas ações e falas da personagem, levando muitos leitores a odiarem Eadlyn. Porém, os leitores que chegaram ao fim da leitura puderam ver como os eventos do final do livro fizeram esta fachada ruir. Muitos destes também devem ter ficado, assim como eu, com o coração na mão com o "cliffhanger", o acontecimento bombástico que ocorre com uma das personagens mais queridas da série toda ao final deste livro.

Todos os livros da série da autora Kiera Cass foram lançados em maio, mês do meu aniversário, então aproveitei o primeiro fim de semana de maio para ir a livrariaS e comprar todos os livros mais desejados do momento, "A Coroa" incluído. 

Em "A Coroa", o título já nos dá uma pista do que acontecerá, claro. A Eadlyn está no meio de sua seleção e tanto ela como nós já temos nossos preferidos para futuro príncipe. Apesar disso ser um grande problema, Eadlyn ainda tem que lidar com a revolta do povo, um novo amigo um tanto oportunista, a tomada de decisões de seu cargo e problemas familiares

Não quero falar muito mais sobre o que acontece, mas digo que gostei muito da história, que teve bastante ação e bastante emoção e acho que o fechamento foi muito bom em todos os aspectos, exceto no da Seleção.

A sequencia de "quem será o escolhido de Eadlyn" no final do livro foi muitoooooo corrida, e não me convenceu completamente. Compreendi os motivos para as decisões tomadas, mas não concordei com elas. Acho que neste sentido - o romântico - Eadlyn continuou sendo imatura. 

Apenas outras duas pequenas coisas não me agradaram neste livro. A primeira sendo o modo como a autora fechou a questão de Lucy e Aspen não terem filhos. Ela poderia ter dado uma resolução mais elaborada a isso, que parecia ser um fato que era importante para Eadlyn também. 

A segunda foi uma revelação sobre uma personagem da trama, que está relacionada ao conto "A Rainha" sobre Amberly e Clarkson, do livro de contos "Felizes para Sempre", e que considero que ficou meio jogada ali no final da trama, mas que foi positiva. Mas, como já mencionei, todas as outras pendências eu achei que foram suficientemente resolvidas e gostei bastante. 

Apesar de ser uma série querida para mim, fico feliz de a autora ter finalizado a trama, e acho que os livros de Eadlyn não foram desnecessários como muitos costumam achar. A questão das castas e do dilema político só fica realmente resolvido aqui neste livro e não na trilogia inicial. 

Espero que este seja o último livro mesmo. Parece estar sendo complicado para alguns autores de se libertarem de suas histórias antigas para começarem novas. 

Aguardo da Kiera Cass novas séries tão gostosas de ler quanto esta!

Recomendaria?? Sim, principalmente para quem terminou mas não gostou de "A herdeira". Em "A Coroa" Eadlyn amadurece e se redime do livro anterior.


Releria?? Não sei. Apesar de ter gostado, não prevejo reler tão cedo. Fico feliz que terminou o livro e a série.