segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

[Filmologia I] Caminhos da Floresta (Into The Woods, 2014)

Filmologia I

Comecei essa tag no meu blog porque costumo ver muitos filmes. Comentarei  sobre os que acho que valem a pena ser comentados. Fui ver este primeiro com minha "irmãprima" no cinema. Foi uma desculpa razoável e um filme bem mais ou menos, mas tem bastante gente interessada nele, já que está concorrendo ao Oscar e tem vários atores conhecidos.


Sinopse (site): Uma bruxa (Meryl Streep) está decidida a dar uma lição em vários personagens famosos dos contos de fadas, como Chapeuzinho Vermelho, Cinderela e Rapunzel. Cabe a um padeiro e sua esposa a tarefa de enfrentá-la, de forma a colocar as histórias e seus personagens em ordem.

Elenco:  A atriz e o ator que fazem o casal Rapunzel e príncipe delaAnna Kendrick (no meio em cima), Johnny Depp (ao lado dela), Emily Blunt (no canto direito, em cima). Daniel Huttlestone (o menino, que faz o João), Meryl Streep (a bruxa), James Corden (no meio embaixo), a Lila Crawford (chaaaaaaaa(ta)peuzinho vermelho) e Chris Pine (canto direito, embaixo).


Nova Sinopse ; -)
(Aquela história da "lição em todos os contos de fadas" é viagem. Até que a maldição tinha sido lição mas para o PAI do padeiro que nem é parte dos contos!)

Uma maldição lançada pela bruxa que mora ao lado é o motivo pelo qual um padeiro e sua mulher não conseguem ter filhos. Para desfaze-la, a bruxa pede que o casal consiga: a capa vermelha como sangue, a vaca branca como leite, o cabelo amarelo como milho e o sapato dourado como ouro, e então todos os personagens das histórias se encontram... Dentro da floresta.

Sobre os atores: 
A Anna Kendrick é uma jovem mais conhecidinha por sua participação em Crepúsculo (Jessica, a capitã do time de vôlei) e por Becca (A escolha perfeita), mas que também fez o sério (e totalmente sem graça "Amor sem escalas").
A Emily Blunt (sempre a coadjuvante) já participou de mais filmes que eu imaginava. Além de "O Diabo Veste Prada", ela está também em "O Clube de Leitura de Jane Austen" e "No Limite do Amanhã" e nem parece a mesma pessoa, enquanto Srta. Kendrick está com a mesma cara de sempre.
O menininho Daniel Huttlestone eu saquei desde o começo. Este é o segundo filme dele e o seu segundo musical. O primeiro foi "Os Miseráveis", ele fazia Gavroche. 
O Johnny Depp aparece como o lobo mau e essa foi a parte mais convincente, adulta e assustadora do filme para mim. Ele mal aparece e logo morre.


O FILME que eu vi...

Foi um divertimento bom, mas foi bem menos do que eu esperava. Esperava que a mistura de histórias clássicas fosse durante todo o filme, mas na primeira parte da história as coisas ficam bem separadas. Na segunda metade do filme, quando tudo realmente se mistura, a viagem é tanta que eu sinceramente não curti. O fim então... Achei total viagem. Minha prima olhou para mim uns vinte minutos antes do fim, sacando o que ia acontecer e quando ela disse o que eu pensei foi: espero que não, mas acho que é isso mesmo. 

Acho que eu torcia para que os fins de cada personagem fossem um pouco mais tradicionais. A atuação da Meryl Streep foi boa, mas não colocaria entre uma de suas mais memoráveis e a de seus colegas também não foram excepcionais. 

Não fui com a cara (nem com a voz) da Chapeuzinho Vermelho desde o inicio e fiquei de má vontade com ela. O menino João, aquele do pé de feijão que era o mesmo de "Os Miseráveis" não canta nem atua mal, mas a todo momento eu achava que os revolucionários franceses iam chegar para entrar no coro dele...

É. Acho que não gostei desse filme não.

Recomendaria? 
Como um bom divertimento nos cinemas, mas sem muita ênfase.

Veria de novo? 
Olha, acho que não, hein...