quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

[Resenha 18 - BR] A Aposta - Vanessa Bosso

*** Romance brasileiro bem estruturado que agrada sem esforço ***


SinopseUma viagem de formatura. Uma aposta perigosa. Lex, o galinha do colégio, terá apenas sete dias para derreter o congelado coração de Nina, a garota que odeia quem use cuecas. Nina enlouquece quando descobre sobre a grande aposta do ano. E agora ela quer sangue: o sangue de Lex. Em meio a chantagens, intrigas, vinganças, diálogos ácidos, aventuras, romance e momentos hilários, as páginas desse livro entrarão em combustão espontânea. Quem sairá vencedor? Façam suas apostas. O jogo de sedução está prestes a começar. (Livro disponível no formato e-book na Amazon.com.br: http://www.amazon.com.br/A-Aposta-ebook/dp/B00C0X8U66/)


Opinião: Não tem comparação:"A Aposta" de Vanessa Bosso é bem melhor que o outro romance brasileiro que li este ano "Louca por você (A. C. Meyer) que já resenhei aqui no blog. Ambos os romances são de comédia romântica, escritos por autoras brasileiras contemporâneas, em português. É aí que param as coincidências completas. Ambos sucintos e de poucas páginas, mas este não é superficial como o outro. Enquanto o outro peca em vários momentos, "A Aposta" ganha nota A em todos os quesitos. Quer apostar?  =P

"A Aposta" tem uma coisa que me agrada muito (e parece estar se tornando tendência - oba!): os personagens coadjuvantes não são apenas moldura para os protagonistas. Eles são bem desenvolvidos. Isso é um ponto importante para mim, e tento tomar cuidado com isso quando escrevo minhas histórias também.

"A Aposta". assim como o título do outro romance que comentei, também não é um título nada criativo. Apesar de cair muito bem para a história e eu mesma não conseguir pensar em outro título melhor, pois este romance é recheado de apostas e apostadores, há pelo menos, segundo o Skoob, por volta de 20 obras com este nome, incluindo um de Clara de Assis, que autora de quem tenho ouvido falar bem e um de Rachel Van Dyken que vive aparecendo na minha frente em livrarias que frequento, virtuais ou físicas.

Dois pontos fortes de "A Aposta" que me agradaram muito: 
- O Brasil. O romance é brasileiro. Os personagens tem nomes brasileiros (Alexandre, Nina, Nathália, Laís, Bruno, etc) e a ação começa em São Paulo. Poderia se passar em qualquer lugar do mundo, devido à universalidade do tema. Voltando à comparação, isso foi um dos pontos que mais me desgostou na outra leitura. 

- A narração. A narradora é presente e intrometida. Me senti como se estivesse assistindo a um filme com uma amiga, e pra falar bem a verdade, achei bastante legal, apesar de ter estranhado um pouco no inicio.

Claaaaaro que "A Aposta" não deve ganhar nenhum prêmio por originalidade, mas é um ótimo passatempo. Os personagens são bem construídos. O livro não é monótono, é recheado de reviravoltas, e principalmente por isso que eu gostei tanto. Não sei como é o processo criativo da autora, mas seja como for, o livro pareceu muito bem estruturado, ainda que a premissa inicial seja simples. E não estou dizendo que este "simples" é ruim. Estou elogiando, porque muitas vezes, uma premissa simples leva a uma história fraca, portanto muitas pessoas pensam que, para se ter uma história forte, precisa-se de uma premissa, um argumento muito elaborados e não é verdade. "A Aposta" prova isso.

Sem dar muitas informações da trama, como sempre, mas acho digno de nota para as apreciadoras de "Chick- Lit Brasileira Atual" que esse livro em alguns momentos, principalmente me lembrou de "Do Seu Lado", da (sumida, né?) autora Fernanda Saads. Acho que apesar de "Do Seu lado" ter sido um divisor de águas (minha primeira incursão  em literatura feminina contemporanea brasileira, devorado em apenas em uma tarde #ficadica), "A Aposta" ficou mais bem finalizado e pareceu mais recheado e com uma trama menos superficialmente abordada.

Na verdade estou batalhando com a continuação. Explico melhor: Senti que, ao fim de "A Aposta" não achei necessária uma continuação, mas já que foi feita "A Aposta 2" e eu curti tanto o primeiro, lá fui eu!

Aí eu tenho que ser sincera: não estou achando tão legal quanto o primeiro. Estou enrolando para terminar, enquanto o "A Aposta" eu li em poucas horas. Acho que me enchi um pouco da "Kibi" e achei nada a ver reencontrá-la ainda tão bitolada em "A Aposta 2". 

Busquei saber mais sobre a autora Vanessa Bosso e encontrei alguns outros títulos bem legais, incluindo o livro "o Homem perfeito", que já está na minha estante e alta pilha de espera. Fica aí o link para conferir a sinopse e a fotchinho da capa bem divertida e totalmente "chick-lit" para as apreciadoras!



Recomendaria? Sim, recomendo sem poréns. 

Releria? Acho que sim, mas provável que não. Acho que vou em frente, já que há tantas outras histórias legais da autora pra serem exploradas!