segunda-feira, 1 de setembro de 2014

[Resenha 02] A Maldição do Tigre - Colleen Houck (A Saga do Tigre #01)


A Maldição do Tigre - Colleen Houck
Livro 1 de 6 dos da "Saga do Tigre
Editora Arqueiro.

Sinopse:
Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.


Sobre a Série: 
Livro 1: A Maldição do Tigre
Livro 2: O resgate do Tigre
Livro 3: A Viagem do Tigre
Livro 4: O Destino do Tigre
Novela: A Promessa do Tigre (sobre Yesubai) 
Livro 5: O Sonho do Tigre (ainda não publicado, prometido para fevereiro de 2015).

Opinião: 
Resumindo: Eu AMEI esse livro. 
(sim, ele até tem alguns problemas, mas não deixa de estar entre alguns dos meus favoritos)
Quem já leu, normalmente tem alguma implicância com a Kellsey. Eu compreendo. Ela cria minhoca no relacionamento dela com o Ren onde não parece ter. A gente fica muito muito irritada quando ela faz isso, mas mais adiante ela se explica e faz sentido. Quem já perdeu muitas coisas e pessoas que ama entenderá. Kellsey se faz sofrer antecipadamente para tentar se proteger de uma dor maior depois.  

Bem, Kellsey (Kells, para os íntimos) é órfã de pai e mãe e não há muito na vida dela que ela possa chamar de seu. Ela acabou o colégio (aparentemente sem amigo algum... um pouco estranho, mas xá pra lá) e pega um trabalho temporário em um circo itinerante que chegou em sua cidade. 

O início no circo, leva quase um terço das páginas, achei muito. Eu já pensava: "Tá, mas cadê o tigre? Quando é que ele vai virar homem?", mas então Dhiren, ou melhor, <3 Ren <3 aparece, e tudo fica bem mais legal. 

O Sr. Kadam, Phet e Durga são personagens legais e bem desenvolvidos. Kishan não aparece muito nesse livro, e eu não curto o jeito dele. Entendo-o, mas ainda sou do Time Ren. Kishan, Kellsey e Ren fazem uma espécie de triângulo amoroso que se consolidará nos próximos romances da trama.

Ah! Eu entendo totalmente o fato de Kellsey se sentir um "rabanete" ;-) Sempre me sinto assim perto de homens lindos que me interessam. Da primeira vez que li, senti um pouco de "Christiangrey-zice" em Ren, no sentido da possessividade (não do sadomaso), mas na segunda vez não, talvez pelo fato de já saber mais da trama que se dá nos outros livros.

Recomendo???
SIM!!! Recomendo muito para quem gosta de livros de fantasia e gosta de conhecer culturas diferentes e principalmente para fãs de mitologia. Essa série, que se passa prioritariamente na Índia, fala sobre a cultura e mitologia indiana e muito sobre a história desta parte do mundo que me fascinou muito. Também temos durante a série toda pinceladas de outras mitologias e aparecerão dragões e fênixes e outros seres mitológicos extraordinários.

Releria???
Sim! Li ano passado os 3 primeiros livros e metade do quarto e estou escrevendo esta resenha pós reler o primeiro! Pretendo reler todos!