quarta-feira, 10 de setembro de 2014

[Resenha 05] Métrica - Colleen Hoover (Slammed #01)

"Toda mulher deve ser capaz de responder três perguntas antes de se comprometer com um homem. Se disser "não" a qualquer uma das três saia correndo. (...) Se não for capaz de responder "sim" às três perguntas, nem perca seu tempo com um namoro. (...) Ele a trata com respeito o tempo inteiro? Essa é a primeira pergunta. A segunda é: se, daqui a vinte anos, ele fosse exatamente a mesma pessoa que é hoje, você ainda assim se casaria com ele? E, finalmente, ele faz com que você queira ser uma pessoa melhor? Se conseguir responder "sim" às três perguntas em relação a uma pessoa, então você encontrou um homem decente."
("Métrica", Colleen Hoover)





Métrica, Colleen Hoover, 299 páginas
Livro 1 de 3, da Série Slammed
Editora Record, Selo Galera Record.

Sinopse: "O romance de estreia de Colleen Hoover, autora que viria a figurar na lista de best sellers do New York Times, apresenta uma família devastada por uma morte repentina. Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor."

Livro 1: Métrica (Slammed) 
Livro 2: Pausa (Point of Retreat)
Livro 3: Esta Garota (This Girl) - Lançado em inglês. Lançamento em português aguardado para 2014.

Opinião:
Em geral, gostei do livro. Foi um bom divertimento e até estou lendo o próximo. Não vejo, porém uma necessidade para a continuação, mesmo que esteja gostando dela, porque ao final do livro 1, tudo fica "resolvido". Por sinal, não gostei do final de "Métrica", pois simplesmente pula um ano na vida dos personagens, em que muito da trama poderia ser desenvolvido. Enquanto em "Métrica" quem narra é Layken, em "Pausa" o narrador é o Will, que preenche um pouco do "gap" que ficou de um ano no fim do primeiro livro.

Layken é uma garota de 18 anos que é "forçada" a se mudar com sua mãe Julia e seu irmão Kel para outra cidade, perto de Detroit. Lá, na casa nova, ela conhece o vizinho bem bonitinho da casa da frente, Will e o irmão menor dele, Caulder.  A atração entre Will e Lakyen é mútua e quase instantânea. Logo eles começam a sair e, é claro, que também rapidamente aparece um empecilho, porque senão não haveria livro =S

Como na sinopse não se fala sobre o tal empecilho, não vou dar spoiler disso. Eu não esperava que fosse isso e fiquei surpresa ao descobrir o que era, então vou deixá-los curiosos como eu. Dá pra dizer que muito aproxima Will e Layken, inclusive batalhas de slam, que é um troço tipo poesia + rap só que sem música.

Aviso aos navegantes, tem muita tragédia nessa história. Os pais de Will e Caulder, e também o pai de Layken estão mortos. Ah, e tem uma nova amiga da Layken também que é órfã e mora com tipo o "vigésimo" pai/família adotiva. Então, além de um romance de formação e um romance de amor, eu diria que também é um romance sobre família.

Minha intuição de escritora me fez cantar a jogada sobre um acontecimento do final, já que nada quando estamos escrevendo algo é colocado na história de modo impensado. Todo detalhe está lá por algum motivo e na maioria das vezes farão diferença na trama. 

Recomendo???
Sim para quem gosta de poesia e sim para quem está interessada em ler um livro fácil.

Recomendação extra. Se você tem propensão a chorar em livros com cenas/fatos tristes, leia com lencinhos de papel por perto, principalmente a partir do meio do livro. Mas leia, é um livro bacana.

Releria???
Acho que não. Gostei da leitura, mas não marcou minha existência ;)